From Desenvolvimento

Como reduzir a inadimplência com o Superlogica

Olá,

recentemente recebemos um e-book do Superlogica sobre ações que podemos fazer para reduzirmos nossa inadimplência. Fiz uma síntese dos tópicos que ainda deixamos a desejar, para assim focarmos mais e reduzirmos a 0 esse número.

Vamos lá:

  1. Se você oferece uma área do cliente em seu software ou site, reforce isso nos e-mails.
    • Temos que colocar em todos nossos e-mails, inclusive de contato normal, não só os de cobrança, um link para a área do cliente. Isso vai educar ele a fazer qualquer solicitação por ali mesmo, tais como segunda via de boleto.
  2. Para serviços com ticket mais alto, muitas vezes fazer uma ligação rápida é a melhor opção.
    • para os clientes que pagam mais, é muito mais interessante nos fazermos uma ligação de cobrança para eles, do que um simples e-mail. Temos que cuidar também a inadimplência em que o preço recorrente é alto pode ser um indicativo de churn.
  3. Para o caso de suspensão de uso: deve ser comunicada da melhor forma possível, isto é, a mensagem deve ser direta e visar à conversão – trazer de volta o cliente à adimplência.
    • hoje em dia nosso contato de cancelamento faz um simples comunicado. devemos informar os benefícios que o cliente está perdendo e colocar de uma forma rápida e clara como ele faz para voltar a ser cliente.
  4. Desbloqueio automático com o envio de comprovante.
    • o Superlogica tem um sistema de envio de comprovante de pagamento. O comprovante enviado via página inteligente do Superlógica não precisa ser verificado por ninguém – se o cliente não efetivou realmente o pagamento, no dia seguinte o sistema volta a bloqueá-lo e desta vez não oferece novamente esta opção. Isso é muito útil e torna nosso trabalho eficiente. vamos aproveitar.

Concluindo então:

vamos focar nesses 4 pontos que ainda não estão 100% em nosso fluxo. Acredito que com isso vamos chegar as nossas metas.

Dale gurizada.

Abraços,

Stefano

PS: quem quiser a apostila, fale conosco.

Como assinar digitalmente nossos aplicativos Clickonce e Executáveis

Nessa postagem estarei dando um passo a passo de como assinar digitalmente aplicativos publicados pelo ClickOnce no Visual Studio e como assinar o executável principal da aplicação.

Inicialmente vou responder a seguinte dúvida: quais são os benefícios de assinar um aplicativo?

São diversos benefícios, vou listar aqui alguns que tiveram maior relevância para nossa empresa: Read more

Desvendando a Amazon AWS

O objetivo desse post é esclarecer a equipe de desenvolvimento da Devsol Softwares sobre os serviços oferecidos pela Amazon AWS.

Assim como o Windows Azure, o Amazon AWS é um conjunto de serviços na nuvem que visam facilitar a hospedagem de sites e sistemas de forma escalável e prática.

Assisti alguns treinamentos (links no final da postagem) que me fizeram entender os principais serviços que eles oferecem. A seguir listarei eles, e como eles podem servir para nossa equipe:

  1. EC2 – são basicamente máquinas virtuais que podem ser acessadas remotamente. Elas já podem vir com imagens instaladas, eles chamam de AMI. Há diversas AMI prontas que você pode escolher ou podemos criar uma personalizada para replicar posteriormente.
  2. RDS - servidor de banco de dados SQL Server.
  3. Elastic Beanstalk – recursos de servidores, auto escala que possui plugin para Visual Studio. Com ele podemos publicar automaticamente os projetos através do VS e evitar configurações de servidor e escala. Trabalha integrado ao RDS.
  4. S3 - serviço de armazenamento. Equivalente ao Blob do Azure.
  5. Load Balancer – serviço que gerencia várias instâncias rodando a mesma aplicação
  6. Route 53
    1. Health Check – verifica o status de sites, podendo gerar uma notificação caso esteja fora do ar ou instável.
    2. DNS Management - gerencia contas de DNS
  7. VPC - para criar redes VPN híbridas e privadas
  8. Cloud Front - cria caches de sistes com latência baixa para quem acessa em diferentes locais do mundo.
  9. Amazon SES  – serviço de envio de e-mails
  10. Amazon SQS  – serviço de fila de mensagens
  11. Cloud Search - indexação e busca de documentos, htmls e etc (tipo o Lucene)

A partir do link http://awshub.com.br/resources/amazon-web-services-hands-on-ec2-e-ebs/ temos um tutorial passo a passo de como se cria e configura instâncias. Nesse mesmo link há os links para videoaulas explicando passo a passo cada um dos serviços da amazon.

 

Outros links úteis:

Primeiros passos com o Elastic BeanStalk: http://awshub.com.br/resources/aws-elastic-beanstalk-primeiros-passos/

Desenvolvendo, testando e publicando com o BeanStalk: http://docs.aws.amazon.com/elasticbeanstalk/latest/dg/create_deploy_NET.sdlc.html#create_deploy_NET.sdlc.create.edit

Para fazer download do AWS Toolkit for Visual Studio acesse: http://aws.amazon.com/pt/visualstudio/

Como mapear seu domínio a um load balancer: http://docs.aws.amazon.com/elasticbeanstalk/latest/dg/AWSHowTo.Route53.html

Como mapear pontos de falha na conexão do PSC

Primeiramente vamos fazer o download do programa WireShark, que nos auxilia a fazer o mapeamento dos pontos de conexão. Verifique se a máquina é 32 bits ou 64 bits.

https://www.wireshark.org/download.html

Após fazer o download e instalar (não desmarcar nenhuma opção), acesse o menu Capture > Interfaces. Abrirá a tela abaixo:

Interfaces

Selecione a placa de rede que está conectado o cabo (provavelmente irá aparecer somente uma) e clique em Options, irá abrir a tela abaixo:

Options

 

Podemos reparar que nessa tela tem um combobox em verde, onde vamos modificar para filtrar os destinos que desejamos, sem antes esquecer de marcar todos os checkbox da direita (essas opções são para aparecer o nome do destino e não o IP).

Para iniciarmos o mapeamento do problema na conexão vamos colocar o IP da UOL, onde ficam os dados do registro do cliente, usando a seguinte linha:

  • host 200.98.255.131

Após terminar essas configurações clicamos em Star, e logo em seguida abrimos o PetShopControl para o mapeamento das conexões, irá abrir essa tela:

Tela

Como podemos observar no texto destacado o computador Devsol-01 (source) fez uma requisição do tipo HTTP/XML para o webservice (RegistroWeb.asmx) no endereço whw0051.whservidor.com (destination) que é onde está o banco da UOL (registros). Este Destino retornou um ‘OK’ dizendo que conseguiu conectar e os dados estão certos. Isso ocorre algumas vezes dentro do período da conexão do programa.

Para verificarmos o mapeamento da conexão ao conectar-se com a nuvem, abrimos a mesma tela de Options descrita acima a modificamos a linha verde para:

  • host 54.94.231.198

Clique em Start e abra o PetShopControl novamente. Este passo é mais complicado que o anterior pois o sistema faz muitas iterações com nuvem, mas você deve se atentar caso o mapeamento seja quebrado.

Com essas ações conseguiremos dar uma reposta com muito mais informações ao cliente, dizendo realmente onde está ocorrendo o problema na conexão.